banner-paginas-FOTO-SITE-ESTETO.jpg

Cuidadores de Crianças

 
ASSIS CARE

Pessoas cuidando de pessoas

Home  | Cuidador de Criança em Porto Alegre

A principal herança que os pais planejam deixar para seus filhos, é a construção de um relacionamento motivador e duradouro. É desejo dos pais e também desafio, fazer com que estes, sintam-se amados e seguros para o futuro, com a ideia de enfrentarem a vida e sentirem-se estimulados.

 

“Crianças que convivem com estímulos, aprendem a ser confiantes”. Neste processo de construção, os filhos invariavelmente irão concorrer com a ausência dos pais, e este é um dos principais fatores geradores de insegurança na personalidade infantil.

 

A rotina diária, a necessidade de ficar horas fora de casa em virtude do trabalho, acabam atrapalhando o convívio familiar, prejudicando diretamente o processo de formação da criança, que necessita de cuidados não só afetivos, mas também técnicos, e estes cuidados são importantes em todos os sentidos, principalmente quando o assunto está ligado a parte cognitiva e motora da criança.

 

Cuidar de crianças na função de babá parece ser uma tarefa fácil para algumas pessoas, mas esse cuidado exige conhecimento, que deve ser aprimorado constantemente, com o objetivo de atenderem da melhor forma a necessidade da criança, para colaborarem com a maior necessidade dos pais: “tempo” - tempo para equilibrarem educação com cuidados; muitas famílias não possuem tempo suficiente devido às excessivas horas de trabalho, o que é perfeitamente compreensível. 

 

Eventualmente os pais imaginam e idealizam um cenário perfeito, chegar em casa e desfrutar de um momento em família, observar  o desenvolvimento das crianças, mas que a falta de tempo acaba prejudicando esse convívio.

atendimento criança 02.jpg
Qual a diferença entre educação e Cuidado?

 

Compreender a diferença entre educação e cuidado, vai muito além de disciplina e afeto, envolve conhecimento técnico que os Cuidadores aprenderam durante seu processo de formação.

 

Podemos imaginar, ou associar a educação à cuidado, porém conceitos diferentes, mesmo que empregados na mesma proporção.

 

Cada criança precisa de um cuidado específico, de acordo com a necessidade de cada uma delas, isso vai depender da autonomia e/ou se a mesma, apresenta alguma deficiência física.

 

Os Cuidadores que se aliaram ao trabalho pedagogo, conseguem ter maior facilidade para desempenharem um papel fundamental no desenvolvimento de uma criança, seja na prática de leitura ao seu lado ou até mesmo realizar exercícios através de brincadeiras recreativas, entra aqui um pilar importante da personalidade na criança, a aprovação por repetição. “Crianças que convivem com a aprovação, aprendem a gostar de si mesmo”.

 

A buscar por um cuidador, é comum nos dias de hoje, o mundo mudou, as pessoas mudaram e com isso, as necessidades passaram a serem outras.

Os Cuidadores da Assis Care recebem o suporte de um profissional pedagogo, orientando nos Cuidados das crianças que apresentam alguma deficiência.
Cuidador de criança com deficiência física:

 

É sabido que os pais buscam equilibrar a rotina de trabalho com o tempo dedicado aos filhos, embora não seja possível em certas situações, pois, existem situações que os pais ficam dias inteiros fora de casa, devido a rotina.

 

Acrescentar ao cenário, uma criança com deficiência física, este processo passará a exigir além do tempo, cuidados e conhecimento técnicos, então, a presença sublime do profissional cuidador, oferece este equilíbrio.

 

A empresa de Cuidadores Assis Care oferece uma equipe de Saúde qualificada, apta a cuidar de crianças portadoras de necessidades físicas, das mais diversas complexidade.

Cuidador de criança com Autismo:

No Brasil, já contamos com este profissional, o cuidador de crianças para crianças autistas, há alguns anos, uma maneira de cuidar não somente da saúde física da criança, mas também de investir em assuntos temporais que estimulam a sua saúde mental; a OMS promove estudos, afirmando a importância deste cuidador, como a pessoa qualificada para auxiliar, contribuir e enriquecer a vida da criança e da família consequentemente.

 

Cuidador de criança com problema visual:

 

O exemplo pontual para a contratação de um profissional em cuidados com criança, é a deficiência visual: corre-se contra o tempo para conhecer o assunto e a estrutura de dependência da criança, ela está crescendo e a sobrecarga desta dependência, é um dos maiores obstáculos para os familiares, pois, estes ficam divididos entre educar e cuidar.

 

A falta de conhecimento, acarreta em um equívoco primário: a criança cresce e se relaciona somente com familiares adultos, esse convívio compromete a independência e o desenvolvimento infantil, suas competências e potencialidades ficam em segundo plano.

 

Para se adaptar ao mundo e aprimorar seus sentidos, a criança precisa do profissional cuidador, que conheça o caminho para o desenvolvimento psicossocial e motor. 

 

O primeiro núcleo de apoio social, é a família, e se os membros passam muito tempo ausente por conta do trabalho, certamente o suporte, a base do desenvolvimento infantil precisará dos serviços de um profissional qualificado.

 

A figura do cuidador profissional, fica responsável por esta atribuição, além de ser agradável, é imprescindível para a criança.

Cuidador de criança com Síndrome de Down:

 

Há uma frase que afirma: “Só o que sai do coração, chega ao coração”, nesta verdade , está intrinsecamente a demonstração de compatibilidade, de semelhança, ou seja: você percebe que as pessoas desenvolvem compatibilidades e empatia muito mais pelas semelhanças que pelas diferenças?

 

Um cuidador infantil que ama o que faz, irá delinear de maneira inteligente as atividades, motivará o autoconhecimento, e criará estímulos positivos de independência tanto para a criança quanto para seus familiares. 

A síndrome de down, é uma das mais extraordinárias oportunidades para estabelecer alicerces firmes da inteligência emocional familiar, ao contar com um cuidador profissional, a família fica segura sabendo que mais um colaborador está cuidando, enquanto pode desfrutar melhor de toda criatividade e descobertas que a criança vai adquirindo.
 

Quem compreende o mundo de uma criança portadora de Síndrome de Down, não irá destoar deste universo particular e peculiar desta criança, certamente irá buscar interagir e zelar com cuidados adornados de profissionalismo e conhecimento.